Sala de Imprensa

»

13

ago/2012
Como fazer a vistoria do novo imóvel?
Saiba como fazer uma avaliação técnica e detalhada do novo imóvel.

A vistoria nada mais é que uma avaliação técnica e detalhada que deve acontecer antes da mudança definitiva do proprietário para o novo imóvel. E para que isso ocorra da melhor forma possível, o ideal é que o comprador agende com a construtora a conferência do local acompanhado de um perito, que tenha condições de verificar todas as especificidades da construção desde o acabamento até as instalações elétricas e hidráulicas. Os futuros moradores do Ecolife Jardim Botânico já estão fazendo a vistoria em seus imóveis, acompanhados por engenheiros da Jábali Aude Construções.

 

Em muitos casos, as vistorias necessitam de ensaio tecnológico, aferição de medidas, prova de carga, entre outros requisitos, por isso é fundamentalmente a participação de profissionais experientes e habilitados. Todos os detalhes serão registrados em laudo acompanhados de fotos e documentos comprobatórios que justifique a análise. De acordo com o engenheiro Iskandar Aude, esse profissional pode ser pesquisado no Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (IBAPE). 

 

O primeiro passo antes de efetivar a avaliação, é providenciar a cópia dos documentos de aquisição do imóvel, especialmente o contrato de compra e venda, incluindo o material publicitário e o memorial de incorporação, tudo já registrado no Cartório de Registro de Imóveis. Posteriormente, é necessário avaliar os materiais aplicados de natureza estética que devem obedecer às especificações contidas no registro acordado inicialmente. 

 

Outro aspecto a ser observado refere-se à existência de defeitos que comprometam o uso do imóvel, bem como as janelas e portas, instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias. Também os possíveis defeitos construtivos que envolvem rachaduras, trincas e descolamento de revestimentos.

 

É importante, porém, que o comprador fique atento aos prazos para reclamação. No caso de problemas aparentes, possíveis de serem observados imediatamente, o prazo é de 30 dias. Já aqueles que não são perceptíveis, detectados somente com o uso do imóvel, devem ser relatados em até 90 dias após sua constatação, por meio idôneo, como carta com aviso de recebimento ou protocolo direto.


Leia também

»

Saiba das últimas notícias

3 exemplos de arquitetura verde nas grandes metrópoles
Prédio localizado em São Paulo figura entre os exemplos
Última escultura desenvolvida por Tomie Ohtake será instalada na Avenida Paulista
Obra com mais de oito metros de altura será instalada em dezembro entre as Alamedas Pamplona e Campinas
Universidade Federal do Rio de Janeiro inaugura o maior estacionamento solar do País
Com 651 m² e 414 placas fotovoltaicas, projeto tem capacidade para gerar energia para até 70 residências
Falta de conhecimento técnico e variedade de equipamentos de pequeno porte no mercado são entraves para o aluguel desses itens
Locação de equipamentos de pequeno porte tem se tornado comum entre as construtoras brasileiras
Universidade norte-americana desenvolve concreto que evita formação de poça de água
Material que não acumula líquido tem durabilidade de 120 anos e poderia ser usado na pavimentação de vias e estacionamentos