Sala de Imprensa

»

22

jun/2015
Na contramão, construção gera vagas em Ribeirão
Em abril, setor foi o único que conseguiu saldo positivo em Ribeirão, com 88 vagas geradas

O setor de construção civil foi o único que conseguiu gerar vagas de emprego em Ribeirão Preto no mês passado, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego.

Por conta do ritmo menos acelerado da economia, os outros seis segmentos da economia local demitiram mais do que contrataram na cidade, em abril. Segundo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o mercado local fechou 395 postos de trabalho. 

Na contramão, a construção civil gerou 88 vagas no mês passado. O volume é 42% menor ao registrado em abril de 2014, mas o setor foi o único que continuou contratando na cidade. “Esse é um segmento que se mantém levemente aquecido por conta das obras já programadas, que continuam mantendo empregos. O mercado também é uma alternativa de investimento segura em meio a um cenário incerto”, explicou o economista José Rita Moreira.

João Teodoro Feres Sobrinho, diretor adjunto da regional de Ribeirão do Sindicato da Construção Civil (Sinduscon-SP), confirma que, em momentos de instabilidade econômica, o setor acaba se destacando por atrair investimentos. “É uma força que inclusive ajuda a manter a economia”, diz.

Veja a matéria completa do jornal A Cidade, clicando aqui.

Leia também

»

Saiba das últimas notícias

3 exemplos de arquitetura verde nas grandes metrópoles
Prédio localizado em São Paulo figura entre os exemplos
Última escultura desenvolvida por Tomie Ohtake será instalada na Avenida Paulista
Obra com mais de oito metros de altura será instalada em dezembro entre as Alamedas Pamplona e Campinas
Universidade Federal do Rio de Janeiro inaugura o maior estacionamento solar do País
Com 651 m² e 414 placas fotovoltaicas, projeto tem capacidade para gerar energia para até 70 residências
Falta de conhecimento técnico e variedade de equipamentos de pequeno porte no mercado são entraves para o aluguel desses itens
Locação de equipamentos de pequeno porte tem se tornado comum entre as construtoras brasileiras
Universidade norte-americana desenvolve concreto que evita formação de poça de água
Material que não acumula líquido tem durabilidade de 120 anos e poderia ser usado na pavimentação de vias e estacionamentos